Harry Potter e As Relíquias da Morte: Parte II, de David Yates

Dez anos após Chris Columbus assumir a direção dessa que dificilmente soava como uma franquia de sucesso como foi, estreia As Relíquias da Morte: Parte II, que veio para encerrar de vez a jornada de Harry Potter na sétima arte. Iniciando exatamente onde se encerrou a primeira parte, tal longa fecha com chave de ouro a franquia, fazendo jus a todo o prestígio que recebeu do público ao longo dessa década. É o primeiro, e obviamente último, longa de David Yates na saga que não possui o ritmo arrastado costumeiro. Ágil sem se atropelar, os acontecimentos finais da adaptação passam lindamente na tela. “Lindamente” também no sentido visual, graças à direção de fotografia excepcional de Eduardo Serra para esse filme, com destaque para a cena do flashback de Snape.

Algumas falhas existem sim nesse último filme, de fato. Um problema que acontece muito, especialmente em franquias cinematográficas e séries, é a supervalorização de personagens secundários que surgem exageradamente do nada para fazer a diferença. Isso acontece em alguns momentos do longa com a óbvia intenção de fazer os fãs gritarem feito loucos nas salas de cinema, embora isso seja abrir mão de um filme mais bem elaborado. Uma característica comum em filmes que guardam seus segredos para a última hora é que possuem momentos didáticos demais. A falta de um final “Lost” por medo de ser xingado eternamente no twitter também foi algo que assombrou Yates nesse último momento. [o próximo parágrafo contém spoilers]

Tudo isso e mais um pouquinho acabam se tornando menores quando vemos a imagem toda. A composição do mestre John Williams tocando enquanto Harry reencontra seus antigos amigos de escola o aguardando, Minerva colocando Snape para correr defendendo Harry de um possível ataque, Harry se encontrando com Dumbledore num cenário todo branco numa cena cheia de diálogos inspirados, as expressões estampadas em Ron e Hermione olhando Harry desacordado nos braços de Hagrid… São inúmeros momentos que fazem valer As Relíquias da Morte: Parte II. São inúmeros momentos que fazem valer esses dez anos de Harry Potter no cinema.

Anúncios

10 Comentários on “Harry Potter e As Relíquias da Morte: Parte II, de David Yates”

  1. Monk disse:

    como ousas por 4 estrelas…quem é você?! reles mortal!

  2. Minerva esperou 7 filmes para finalmente fazer grandes magias, e me diverti muito com ela aqui. Snape, sempre o personagem mais denso e complexo na série, traz os picos dramáticos e emociona. E Harry, no filme que era especialmente dele, entende e entrega-se ao seu destino. Os dois planos fechados nos três amigos, antes e depois dos ’19 anos’, são perfeitos para se terminar a saga. 8/10

  3. Luis Galvão disse:

    UOU! Sem dúvidas um grande ciclo que se encerra. E parece que terminou muito bem obrigado. Vou conferir ainda, estou esperando as salas pararem de ter crianças e fãs alucinados gritando no meio do filme para poder absorver bem toda a magia de Harry em seu derradeiro feitiço. hehhehe

  4. Vou conferir ainda hoje, to muito ansioso para ver o longa ainda mais quando ele está recebendo tão boas críticas.

  5. Natalia Xavier disse:

    Boa Alexsandro!

    Achei meio over destaques para Neville, ou Luna. Mas todo o final da batalha foi sensacional!
    Gostei do fato de que boa parte dos diálogos mais legais do livro, tb estavam conservadissimos no filme.

    10 anos que foram fechados com chave de ouro no geral.

    Abs!

  6. @lipefriedrich disse:

    só pra deixar registrado, a trilha sonora é de Alexandre Desplat, nao de John Willians, ainda sim, o texto mostrou resumidamente o sentimento pelo final do filme

  7. Adorei o filme, apesar de esperar um final melhor… Enquanto assisti o filme nem dei pelas horas passarem… fiquei colada na tela e na cadeira… Grande saga cinematográfica e literária que introduziu e mudou alguns conceitos culturais, especialmente por incentivar os jovens à leitura, inclusive a leitura em inglês por quererem ler a história antecipadamente.

  8. Marco Online disse:

    Oi,
    Não acredito que tenha terminado, pelo menos espero que não sempre gostei de saber o iria acontecer no próximo HP, será tudo uma manobra de markting?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s