Diorama Movie Awards 2011 – Parte II

Trilha Sonora Original

Já comentei o quanto o trabalho do Hans Zimmer me agradou em 2010, mas não custa nada relembrar. A trilha sonora de A Origem é uma das melhores coisas do longa e, mesmo com outras trilhas magníficas lançadas no ano passado, considero-a a mais bem elaborada da seleção. Seja trilhando grandes cenas como “Dream is collapsing” ou até mesmo em cenas menos importantes como foi com “Mombasa”, o trabalho de composição de trilha sonora do Hans Zimmer para esse filme tem um papel bem definido no longa. Diria ainda que certos momentos não teriam o mesmo impacto se trilhadas por outras composições. Não poderia deixar de ser reconhecida.

Outros indicados: Direito de Amar, Onde Vivem Os Monstros, A Rede Social e Tron – O Legado

Em 2010: Up – Altas Aventuras

Efeitos Visuais

Poderia passar horas citando cenas que fizeram A Origem merecer também esse prêmio, mas vou me limitar a duas: a cidade se dobrando e a luta sem gravidade. Cenas memoráveis e muito bem filmadas graças à direção precisa de Christopher Nolan aliada a esse trabalho de efeitos visuais soberbo. É uma característica necessária para que se tornasse possível passar para o público as ideias do roteiro. Missão mais do que cumprida.

Outros indicados: Alice no País das Maravilhas, Harry Potter e As Relíquias da Morte: Parte I, Scott Pilgrim Contra O Mundo e O Último Mestre do Ar

Em 2010: Avatar

Fotografia

Essa é uma categoria sempre muito difícil de escolher um vencedor. São sempre trabalhos com intenções diferentes e estilos diferentes, o que acaba gerando vencedores diferentes para cada premiação. Eu Matei Minha Mãe possui um trabalho mais “artístico” do que os demais indicados, o que dá certa identidade ao longa de Xavier Dolan. É perceptível o cuidado com a fotografia nesse longa, sendo o aspecto de destaque na maioria das cenas.

Outros indicados: A Fita BrancaGuerra Ao TerrorHarry Potter e As Relíquias da Morte: Parte IOnde Vivem Os Monstros

Em 2010: Quem Quer Ser Um Milionário?

Anúncios

3 Comentários on “Diorama Movie Awards 2011 – Parte II”

  1. Opa! Ainda há premiações circulando pela net? Adoro isso! Adorei todas as suas escolhas, embora não tenha visto alguns desses filmes. Concordo com você quando disse que a categoria de fotografia é sempre muito difícil. Adorei o blog, vou linkar o seu lá no meu … se puder fazer o mesmo … ;]

    http://www.contaecinema.wordpress.com

  2. Fechar a minha categoria de trilha-sonora talvez tenha sido a coisa mais complicada para mim. Ainda assim, nem cheguei a considerar fortemente a presença de “A Origem”, embora eu realmente goste do trabalho de Hans Zimmer (um dos meus compositores favoritos). Fiquei surpreso com a escolha de “Eu Matei Minha Mãe” como melhor fotografia. É um trabalho expetacular.

    Minhas escolhas baseadas nos seus finalistas:

    Melhor trilha-sonora original: “Direito de Amar”
    Melhores efeitos visuais: “Alice no País das Maravilhas”
    Melhor fotografia: “Guerra Ao Terror”

  3. Gosto do trabalho de Hans Zimmer para “A Origem”, mas o que Abel Korzeniowski fez em “Direito de Amar” é ÚNICO, pra ficar na história!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s