Muita Calma Nessa Hora, de Felipe Joffily

A intenção óbvia do longa é levar o público jovem ao cinema. É para eles que o filme é direcionado, cheio de música, azaração, cores, praia e etc. O legal é ver que conseguiram reunir nesse vasto elenco um grupo grande de comediantes de diversos locais do Brasil, colocando-os em situações onde arrancam gargalhadas facilmente. E aí está o maior acerto do filme. Só erra quando começa a se levar a sério.

Apesar de não ser nenhuma grande obra cinematográfica, ‘Muita Calma Nessa Hora’ funciona muito bem como diversão. O tom cômico não cai no nível de vergonha alheia a que os “blockbusters brasileiros” acostumaram o público e isso se deve em grande parte ao elenco mesmo. Não há nenhuma performance de destaque, há personagens de destaque, mas os atores e atrizes ali presentes fazem seu papel de modo que a sessão seja gostosa de assistir.

Anúncios

2 Comentários on “Muita Calma Nessa Hora, de Felipe Joffily”

  1. Excelente comentário. Quando assisti o filme tive essa mesma impressão. Certamente não se trata de uma grande obra, mas ninguém pode dizer que é filme ruim, sobretudo se a intenção for rir. É inegável que atriará público muito mais pela popularidade de alguns atores comediantes, do que pela qualidade do filme em si.
    O roteiro é pouco original, mas abrasileirado, e isso não deixa de ser uma grande coisa. Afinal, vê uma história contada num cenário que dispensa comentários como o de Búzios, e com personagens caricaturados da sociedade brasileira, é muito divertido.
    Discordo apenas em um ponto, houve um destaque na atuação, embora eu seja apaixonado pela a Andréia desde os tempos de “Alta Estação”, foi impossível não se curvar diante do talento de Fernanda Sousa, interpretando a Aninha (Ou seria Soninha?). Além de encantar pela beleza, esbanja talento que conquista as câmeras que parece resistir enquanto pode antes de deixar de focá-la. E só o faz, por que o diretor assim determina, senão a acompanharia por todo o tempo.

  2. Definitivamente não funcionou comigo. Alguns poucos momentos eu ri, quando passava Maria Clara Gueiros e Marcelo Adnet, o resto achei deveras forçoso e acredito que o filme não tem roteiro algum. Fraquíssimo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s