400 Contra 1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza

Dirigido pelo novato em longa-metragem Caco Souza e escrito por Victor Navas (‘Carandiru’), ‘400 Contra 1 – Uma História do Crime Organizado’ mostra o surgimento do Comando Vermelho, grande propulsor do crime organizado no Brasil.

É um filme que traz muita coisa já vista no cinema nacional, mas que de alguma maneira consegue sua originalidade. A forma com que é retratada a vida dos componentes daquela que viria se tornar a organização Comando Vermelho é bastante convincente, ainda que um ou outro no elenco exagere em sua performance. Inclusive, em muito lembra ‘Carandiru’ [e de uma forma boa], talvez até pelo fato de se passar em grande parte num presídio e por também ter o roteiro escrito por Victor Navas.

O trabalho de Montagem do filme já o diferencia de muitos outros brasileiros, mesclando momentos dos anos 70 – quando se formava a organização – e 80 – quando o Comando vermelho agia no Rio de Janeiro. Não espere aquela típica santificação exacerbada dos protagonistas que comumente acontece no cinema nacional. Há sim alguns momentos que nos força a sentir pena e até torcer pelos bandidos, mas também é mostrado o outro lado, o lado de fato bandido daqueles personagens.

Daniel de Oliveira está mais uma vez muito bem em cena, assim como Daniela Escobar e sua encantadora Tereza, a melhor personagem do roteiro. Mesmo não sendo o elenco o forte do filme, o casal consegue convencer muito bem e facilmente se destaca no longa. O ator também é o responsável pela desnecessária narração, porém não chega necessariamente a prejudicar.

No mais, o filme é um bom início pro diretor Caco Souza. Tem seus momentos constrangedores em algumas mortes, mas nada que faça do longa mais uma bomba violenta. Vale destacar também a trilha sonora, que traz umas canções bem adequadas e é uma pérola por si só.

Anúncios

2 Comentários on “400 Contra 1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza”

  1. Não botava muita fé. Dizer que é mediano, é no mínimo interessante.

  2. Vinícius P. disse:

    Comentários razoáveis em relação a esse filme me fazem ter expectativas moderadas, mas eventualmente verei. Só acho que filmes desse tema dentro do cinema nacional já estão um tanto batidos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s