Diorama Movie Awards 2010 – Parte IV

'Dúvida'

John Patrick Shanley pode não ter feito muito na direção de ‘Dúvida’, mas se teve algo em que ele acertou foi no roteiro, adaptado da peça também de sua autoria. Deixando a dúvida do filme pairando por cada segundo do longa, trazendo personagens bem construídos em diálogos vibrantes, Shanley foi o responsável pelo melhor roteiro adaptado de 2009.

'Bastardos Inglórios'

Quentin Tarantino é um nome que faz de qualquer obra obrigatória para um cinéfilo. Não é dos meus diretores favoritos, mas quando estamos diante de um mestre, devemos reconhecer. A prova mais recente disso é ‘Bastardos Inglórios’ que em meio a tantos pontos positivos se sobressai o roteiro, que traz uma visão única da Segunda Guerra Mundial. Se é ou não a obra-prima do Tarantino, é assunto para outra discussão.

Emily Mortimer, por 'A Garota Ideal'

Numa atuação que cresce com o filme, Emily Mortimer é o destaque entre os coadjuvantes desse elenco maravilhoso de ‘A Garota Ideal’. Em especial na cena em que sua personagem confronta o do Ryan Gosling, Mortimer entrega uma atuação sincera e que não precisa de muito para ser reconhecida. Sua personagem não era grande coisa no longa, mas a atriz fez um trabalho tão excelente que não há como não elogiar.

Christolph Waltz, por 'Bastardos Inglórios'

Já mostrando que seria o destaque desde a cena inicial, Chistolph Waltz trouxe a tensão necessária para as cenas em que atua, se tornando o que houve de melhor em atuação no último ano. Uma performance marcante, que será lembrada por muito tempo.

Até o momento:


Bastardos Inglórios = 3 prêmios

À Deriva = 2 prêmios

Avatar = 2 prêmios

Dúvida = 2 prêmios

Quem Quer Ser Um Milionário? = 2 prêmios

(500) Dias Com Ela = 2 prêmios

Up – Altas Aventuras = 2 prêmios

Coco Antes de Chanel = 1 prêmio

O Curioso Caso de Benjamin Button = 1 prêmio

A Garota Ideal = 1 prêmio

Valsa Com Bashir = 1 prêmio

| parte I | parte II | parte III |

Anúncios

5 Comentários on “Diorama Movie Awards 2010 – Parte IV”

  1. Alexsandro, para mim o roteiro de “Dúvida” é a perfeição! Incrível como os seus diálogos trazem toda uma potência para deixar arrepiado qualquer espectador. Só discordo do comentário a respeito da direção de John Patrick Shanley. Está certo que muitos também tiveram o mesmo julgamento, mas ele faz exatamente o que deveria ser feito com a câmera. Já o roteiro de “Bastardos Inglórios” só não é tão genial quanto o de “Kabluey”, aquela fitinha independente que soltei altos elogios lá no Cine Resenhas, rs. Sobre Emily Mortimer, a elegi uma das minhas atrizes favoritas nestes últimos dias =P Eu mesmo me arrependo de não ter aberto uma vaguinha para ela como melhor atriz coadjuvante no ano retrasado por “Cinturão Vermelho”, onde ela é a melhor daquele elenco de peso. Mas por não gostar tanto de “A Garota Ideal”, talvez eu não a tenha apreciado tanto como em outros trabalhos. Por fim, Christolph Waltz é manjado demais! Prefiro muito mais o Eddie Marsan, fantástico em “Simplesmente Eeliz”. Mas não estou desmerecendo o trabalho do ator, tá? ^^

    Um abraço!

  2. Vinícius P. disse:

    À exceção de “Dúvida” para melhor roteiro, gostei muito de suas escolhas, em especial da lembrança da Emily Mortimer para atriz coadjuvante. Realmente seu trabalho em “A Garota Ideal” é sensacional – tão quanto o Ryan Gosling.

  3. Matheus disse:

    Adorei o prêmio de roteiro adaptado para “Dúvida”. Também premiei o filme nessa categoria. Concordo com gênero, número e grau com o seu comentário! Aliás, para mim, também foi o filme do ano, já que foi impecável em dois segmentos que, na minha opinião, são fundamentais para um filme obter pleno êxito: elenco e roteiro.

    • Alex, Kabluey já está na minha lista de futuras sessões graças a sua recente premiação, que destacou bastante o longa. Adoro o Eddie Marsan também, seria um dos indicados se houvesse, mas acho o Waltz imbatível esse ano.

      Vini, o elenco todo de A Garota Ideal é ótimo, mas realmente Mortimer é a única que bate de frente com o talento do Ryan Gosling. Inclusive, esse filme foi uma recomendação sua. Ótima por sinal! 😉

      Matheus, só acho que faltou um pouco mais da direção, mas com um elenco daquele, bastava uma câmera pra ser magnífico. O roteiro também é outra coisa soberba em Dúvida.

      Abração!

  4. Luis Galvão disse:

    Sabia que ainda não assistir A Garota Ideal? Tenho muita curiosidade pelo filme e por todos os elogios que ele arranca por onde quer que passe. Dúvida mais uma vez merecido e Bastardos com seus prêmios até óbvios (é impossível competir com Waltz ou Tarantino, rsr)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s