Robin Hood, de Ridley Scott

Para alguém que dirigiu filmes como ‘Gladiador’, esse ‘Robin Hood’ dava pra ser dirigido de olhos fechados. Ridley Scott poderia ter entregado muito mais, principalmente com um elenco que contém Cate Blanchett, William Hurt e Russel Crowe, que se encaixam em qualquer papel perfeitamente bem. Ok que procurando um pouco achamos um Oscar Isaac da vida pra atrapalhar, mas uma produção de tal grandeza e com aspectos técnicos tão bem trabalhados, Scott já mostrou que sabe completar com uma direção eficiente e fazer algo digno de um Oscar.

O mesmo se pode dizer ao roteirista indicado três vezes ao prêmio da Academia, Brian Helgeland. Personagens tão previsíveis quanto final de novela perambulam entre acontecimentos já esperados desde o início do longa. A personagem da Blanchett, por exemplo, é a típica mulher do feudalismo metida a guerreira que todos já estão acostumados a ver em outros filmes. Se não fosse pelo talento da atriz, cairia no ridículo. Assim como ela, a maioria dos personagens se apóia no talento do elenco, a começar pelo protagonista.

Assim como ‘Invictus’ é um Clint Eastwood menor, ‘Robin Hood’ é um Ridley Scott menor, o que ainda consegue valer alguma coisa. Algumas cenas são tão clichês que quem assiste já sabe quem morre e quem mata antes de acontecer, enquanto outras conseguem entreter muito bem, o que acaba fazendo do longa, apesar de aquém do esperado, algo, de certa forma, louvável.

Anúncios

5 Comentários on “Robin Hood, de Ridley Scott”

  1. Concordo em muito do que você falou. Mas ainda assim achei que o filme é acima da média. Talvez tenha me surpreendido. Não esperava muita coisa…

  2. Vinícius P. disse:

    No geral, as opiniões dão conta que esse filme fica entre o aceitável e o medíocre, portanto não sei o que pensar ao certo – apenas que já não tenho muita curiosidade (talvez veja pela Blanchett).

  3. bruno knott disse:

    Eu já nao curto Gladiador… será que não vou aproveitar nada de Robin Hood? Pelos comentários me parece decente até!

    Tô vendo que tem um certo equíliobro de acertos e erros!

    Abs.

  4. Kamila disse:

    O problema de “Robin Hood” é justamente a sombra de “Gladiador” pairando por todo o filme. Fora que o longa não tem uma história envolvente e tenta compensar isso com a excelente técnica. E a química entre Russell Crowe e Cate Blanchett é péssima!

  5. Matheus Rufino disse:

    Nunca achei o Ridley Scott um grande diretor, acho Gladiador somente um filme tecnicamente bem executado, até mesmo Blade Runner eu acho superestimado, é um bom filme, mas aborda os temas do roteiro de forma muito rasa, esperava mais. Então não tenho interesse quase algum por um “Ridley Scott menor”, ainda mais se for uma versão pior de Gladiador, não veria nem uma versão igual de Gladiador, quanto mais pior. Só mesmo Blanchett pra atiçar um pouquinho de curiosidade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s