Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo, de Mike Newell

Adaptado do game ‘Prince of Persia’, o longa dirigido por Mike Newell (‘O Amor nos Tempos do Cólera’) mostra o príncipe Dastan tentando mostrar sua inocência no assassinato do pai, à medida que descobre uma adaga mágica capaz de fazer voltar o tempo. Além de Jake Gyllenhaal, ‘Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo’ tem no elenco Gemma Arterton, Bem Kingsley, Alfred Molina, entre outros.

Já era de se esperar algo exagerado, afinal uma adaga mágica não está presente em qualquer filme, mas o longa ainda consegue ser mais exagerado do que aparenta. As cenas de ação surreais mostram uma Pérsia sem gravidade, sem falar que lá todos falam inglês britânico. Algumas armas nas lutas são infinitas, não negando a sua origem nos games. Os efeitos visuais hora são impressionantes, hora parecem amadores. Especialmente em cenas no deserto, fica claro o uso do CGI, na verdade o mau uso dele.

Do elenco pouco se pode elogiar. Gylenhaal apresenta sua pior performance da carreira, enquanto os coadjuvantes apenas cumprem seu papel e deixam a desejar em cenas mais dramáticas. É fato que o roteiro não colabora para o contrário, mas é de se lamentar certas performances, como a de Gemma Arterton, já péssima em ‘Fúria de Titãs’.

Mike Newell poderia ter aproveitado um material rico em cultura antiga e trabalhado de forma a encher os olhos de quem assiste, mas não fez. Auxiliado pelo roteiro fraco, o diretor fez de ‘Princípe da Pérsia: As Areias do Tempo’ um filme demasiadamente exagerado, que pouco envolve em relação à trama, faz piadas clichês sem graça, além de uma construção de época um tanto falha. A boa notícia é que o filme termina melhor do que começa, ainda que pontas fiquem soltas propositalmente para possíveis seqüências.

Anúncios

9 Comentários on “Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo, de Mike Newell”

  1. Pegou pesado, será? vou conferir o filme hoje!

  2. Linkei você ao meu blog, te sigo!

  3. Yuri disse:

    Não tenho a mínima expectativa para assistir a esse filme, desde o trailer esperava uma bomba, algo parecido com o que você comentou. Já não gosto do trabalho de Newell no gênero desde “Harry Potter e o Cálice de Fogo” – que considero o pior da série – e provavelmente só verei no PC ou em DVD… Abraços

  4. Filme não funciona como diversão e nem como uma boa adaptação do game. Chato, irritante e mal feito.

  5. Vinícius P. disse:

    Só tenho curiosidade de ver esse filme por causa do Jake Gyllenhaal mesmo, porque de resto parece ser um filme bem mediano. Depiois de “Fúria de Titãs”, é mais um que deixarei para o DVD.

  6. jeff disse:

    Tudo errado.

    haha sacanagem, nem vi o filme. xD
    Pretendo ver segunda-feira, aí comento dignamente aqui. Só adianto que não gostei de ler seu comentário sobre o Jake. humpf.

    • Christiano, acho até que peguei leve em dar duas estrelas. haha

      Yuri, pra mim, seu pior trabalho foi em Harry Potter também, mas Prince of persia ainda é pior.

      Léo, gostei um tanto mais que você. haha!

      Vini, nem ele faz valer a sessão. Não perderá nada deixando passar.

      Jeff, como disse antes, tô pra ver você concordar com algo que eu falo. 😉

      Abração!

  7. Vi e achei sua critica sobria, mas eu discordo – achei que os atores estão bem, à vontade e convence. O filme, dentro da atmosfera do entretenimento, permite que ocorra bem e sem problemas. O filme ganha mesmo pelo visual e ritmo, ainda mais que eu conheço o jogo e achei que o Jake conseguiu personificar bem o personagem.

    abraço

  8. Matheus Rufino disse:

    Mais uma bomba que o Alex conferiu, rs. Tenho pena de você, rapaz, eu simplesmente fujo desses filmes. Talvez só veria se fosse obrigado pelo jeff, e olhe lá, haha. Nem se eu achasse o Jake maravilhoso, coisa que não acho, veria esse filme de boa vontade, adaptação de game é uma coisa que sempre cheira mal, e todo o material promocional que saiu do filme, pra mim, gritava: bomba! Mas enfim, há uma pequena chance de eu conferi-lo em dvd, possivelmente quando meu irmão[de ótimo gosto] alugá-lo, e eu não tiver mais nada pra fazer.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s