Invictus, de Clint Eastwood

Dirigido pelo renomado Clint Eastwood (Menina de Ouro) e baseado na obra de Josh Carlin adaptada para os cinemas por Anthony Peckham (Sherlock Holmes), Invictus acompanha a luta de Nelson Mandela para manter o povo da África do Sul unido após o apartheid. Para tal, ele utiliza o Rúgbi como laço e apóia o time africano durante a Copa do Mundo de 95. Indicado a 2 Oscars.

Que Clint Eastwood é um ótimo diretor, isso é fato. São dois Oscars de direção entre quatro indicações, além de mais duas indicações como ator. Invictus é muito abaixo do que o diretor pode oferecer e isso fica muito claro quando vemos o quanto o filme vem sendo esnobado perante as premiações.

Com exceção de Matt Damon e Morgan Freeman, o elenco do filme não traz nada de interessante, com atuações coadjuvantes que pouco se esforçam em interpretação. Inclusive, os próprios Damon e, principalmente, Freeman, apesar de terem realizado bons trabalhos, não mereciam as indicações ao Academy Awards, uma vez que tínhamos melhores atores na disputa.

Tudo é muito simples no longa e até que poderia ser melhor se não fosse a terrível câmera lenta no final, que destrói qualquer emoção que o telespectador venha a sentir que não seja vergonha alheia. Invictus poderia ter sido mais um dos grandes filmes de Eastwood, mas não é, nem de longe. Serve apenas como diversão.


Anúncios

8 Comentários on “Invictus, de Clint Eastwood”

  1. Vinícius P. disse:

    Eu até iria dar quatro estrelas para o filme, perdoando o erro daquela canção mal-posicionada lá no meio, mas depois da câmera lenta, vi que três já eram suficientes. Realmente abaixo do esperado.

  2. Tô com saudade do velho Clint de sempre.

  3. Um Clint menor é superior aos melhores filmes de vários diretores que vem e vão.
    Abs!

  4. Luis Galvão disse:

    Também acho um filme bem abaixo da ‘média-clint’, mas mesmo com todos esses erros de camera lenta, música errada, cenários fixos, acho que consegue transmitir alguma coisa no final.

  5. Nossa, todos metralhando essa tal sequência final em câmera lenta, rs. Admito não ter muito interesse por este filme de Eastwood, cuja história não me chama qualquer atenção. Se bem que o mesmo aconteceu com “Gran Torino”, que é um dos melhores filmes do ano passado e o segundo melhor da carreira do diretor.

  6. Wally disse:

    Sobre a câmera lenta, eu de início fiquei incomodado. Aos poucos, porém, fui percebendo o quanto ela funcionou – graças à direção clássica. O que me incomodou mesmo foi a cena entre os policiais e o garotinho, realmente patética. Pequenas falhas em um filme que me conquistou.

    [****]

    • Vini, a câmera lenta foi o cúmulo mesmo. Ceguei o Clint naquela hora.

      Brenno, até que não estava com saudades. haha Gosto dos últimos filmes dele, como A Troca, Gran Torino e Menina de Ouro, mas Invictus foi decepcionante.

      Otavio, com certeza. Se fosse um outro diretor, talvez tantos pontos negativos não fossem suficientes para ultrapassar a barreira de 2 estrelas. Como é o Clint, 3 tá de bom tamanho.

      Luis, não conseguir perdoar esses erros. Senti vergonha de estar ali assistindo.

      Alex, não acho Gran Torino essas coisas todas, mas gosto bastante. Invictus realmente não desce.

      Wally, não achei-as tão pequenas assim. Realmente me incomodaram bastante.

      Abração!

  7. Matheus Rufino disse:

    To com esse filme parado no meu HD há meses, parece que é uma unanimidade, quase ninguém achou ele melhor que medíocre. O que mais me desanima são os comentários sobre o uso do slow motion. Cara, como eu odeio esse negócio quando mal usado [90% das vezes]. Mas assim, um dia eu animo e vejo, afinal, Clint é Clint.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s